Zona rural em pauta

 Zona rural em pauta Foto: Divulgação Internet

Na reunião desta semana da Câmara de Montes Claros, o assunto principal abordado pelos vereadores foram referentes a problemas enfrentados pelo homem  do campo. Os vereadores sempre trazem à Tribuna temas em relação à zona rural de Montes Claros. As reivindicações são diversas, como reformas nas estradas, escolas e pavimentação asfáltica – os parlamentares cobram mais efetividade da Secretaria de Agricultura.

O vereador Rodrigo Cadeirante (Rede) pediu a construção da ponte do distrito de Aparecida do Mundo Novo. Segundo o parlamentar, nas últimas chuvas, o rio Canabrava levou a ponte e os moradores estão ilhados. “O prefeito Humberto Souto (Cidadania) já autorizou a construção da ponte, agora falta a Secretaria de Agricultura executar o serviço. Os moradores precisam pegar um desvio de 17 quilômetros para ter acesso à estrada”, pontua Rodrigo.

O vereador Sérgio Pereira (PP) reivindicou reforma nas estradas rurais, como no distrito de Nova Esperança e nas comunidades de Mucambo Firme, Marcela e Vila Nova de Minas. Pereira ainda mostrou fotos de um trecho em Nova Esperança onde os moradores tiveram que colocar cascalho para amenizara situação. “Nem carro de boi passa neste trecho. A estrada está praticamente intransitável, a última vez que as máquinas de patrolamento passou por lá foi na administração passada. O povo da zona rural também tem direito a dignidade e isso é o mínimo”, ressalta o vereador.

De acordo com o vereador Ildeu Maia (PP), nos últimos anos, nenhuma comunidade rural teve pavimentação asfáltica – apenas Claraval recebeu recapeamento de algumas ruas. A esperança de Maia é que até o final deste ano, o Executivo conclua o projeto, da administração anterior, de pavimentação nas comunidades.

EDUCAÇÃO


O presidente da Câmara de Montes Claros, vereador Marcos Nem (PTC), pediu reforma do Cemei de Miralta. A ideia é aproveitar que as aulas estão suspensas devido a pandemia e fazer os reajustes necessários.

SEGURANÇA


A vereadora Graça da Casa do Motor (PSL) voltou a pedir patrulhamento rural nas comunidades e enfatizou a necessidade de fazer o boletim de ocorrência. O último roubo registrado foi no povoado de Camarinhas onde uma vaca foi levada.

“É preciso fazer o boletim de ocorrência de qualquer item roubado assim podemos cobrar mais patrulhamento rural”, encerra a parlamentar.

 

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros - Publicado em 26 de junho de 2020