Câmara cobra mais agilidade nas obras dos CEMEIs

Câmara cobra mais agilidade nas obras dos CEMEIs Ascom/Câmara

A educação foi um dos focos das cobranças feitas pelos vereadores na reunião ordinária desta quinta-feira (27/2). Além da aprovação do projeto n°21/2020 que autoriza o Poder Executivo a repassar recursos financeiros para nove entidades em Montes Claros, os parlamentares cobraram atenção especial para as crianças que precisam de mais assistência na educação infantil. A saída seria a agilização e entrega de vários CEMEIs (Centro Municipal de Educação Infantil).

O Vereador Edmilson Magalhães (PSDB), alertou sobre a necessidade e urgência no término das obras dos CEMEIs. Isso porque segundo o vereador, alguns Centros estão praticamente prontos, mas a finalização muito lenta, ou até mesmo parada. Edmilson citou os Cemeis dos bairros Jardim Primavera, Santa Lúcia e Delfino. Ele ressaltou que o governo federal fez devidos repasses, mas pelo que parece, a secretaria de educação não está cumprindo com o cronograma. O parlamentar criticou a secretária Rejane: “ela garantiu para a Comissão de Educação que as obras nos centros estão em ritmo acelerado, o que não é verdade, pois estou acompanhando o processo”, disse Edmílson que destacou que só no Santa Lúcia são pelo menos duzentas crianças da pró-infância que precisam desse apoio e muitas, para estudar, precisam andar mais de dois quilômetros.

Os parlamentares lembraram que o Cemei do bairro Jardim Primeira já até recebeu pintura faltando apenas pequenos ajustes e já poderia está atendendo as mães que precisam de local adequado para deixar os filhos enquanto trabalham. Edmílson lembrou que só estes Cemeis citados, atenderiam cerca de 600 crianças.

O Cemei do bairro Delfino, resultado de várias cobranças do vereador e presidente da Casa Marcos Nem (PSD), também está em fase de conclusão. Ele afirma que continua acompanhando os trabalhos e espera ver, o mais rápido possível, centenas de crianças sendo atendidas.

A vereadora Neia do Criança Feliz (PSDC), lembrou que o prazo dado pela administração, para o início do atendimento, seria início de 2020. E como em alguns CEMEIs falta tão pouco a fazer, a educação poderia ser, neste momento, a prioridade: “visitando as famílias, vemos a importância dos Centros, não só para as crianças, que vão ter uma assistência de qualidade, quanto para as mães que ganhariam tempo para ajudar inclusive na renda familiar, destacou Neia.

 

Assessoria de comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros

Publicado em 28 de fevereiro de 2020