Montes Claros sofre com falta d’água

Montes Claros sofre com falta d’água Foto: Agência Brasil

É crítica a falta de água  em toda Montes Claros, principalmente na zona rural, onde poços artesiano estão praticamente secos e com isso o prejuízo nas lavouras é imensurável. Para tentar aliviar a situação dos flagelados, a Câmara de Vereadores tem buscado soluções para o problema da seca na zona rural.

A Vereadora Graça da Casa do Motor (PHS) pontuou que uma das queixas dos moradores da zona rural é a cobrança das outorgas para permitir acesso a àgua. De acordo com a parlamentar,  qualquer uso de água subterrânea, ou dos rios, devem ter a outorga e o custo do empreendimento é alto para os produtores rurais.

“Quem possui o consumo considerado ‘insignificante’ - menos de 14 mil litros de água por dia, deve solicitar o cadastramento da outorga na Secretaria de Agricultura. Lá o pessoal é instruído para orientar o produtor – o prazo para o cadastramento vai até 5 de janeiro de 2020”, ressaltou Graça.

O Vereador Valdecy Contador (PMN) afirmou que os poços estão secando e além de não conseguir alimentar os animais, os moradores não estão tendo água para o próprio consumo. O parlamentar pediu ajuda ao Dnocs e Codevasf para ajudar a população.

COPASA

Na área urbana a solução encontrada pela Copasa, em entendimento com a prefeitura, foi retornar o racionamento d’água, que iniciou no último domingo. De acordo com a Copasa, o fornecimento será feito em dias alternados, com suspensão de 24 horas. A Câmara de Vereadores já manifestou inúmeras vezes em relação a revisão do contrato do município com a companhia. Entre os questionamentos está a má qualidade do asfalto que é reposto nas vias, quando a Copasa faz algum tipo de manutenção.

“A Copasa está destruindo as ruas de Montes Claros. Quando vão fazer algum tipo de manutenção na rede, não tapam o buraco com asfalto de qualidade – a pavimentação afunda e sobre valetas nas ruas. O caso é mais grave porquê essa situação está ocorrendo nas ruas que receberam pavimentação recentemente”, afirmou o Vereador Idelfonso Saúde (MDB).

Ainda segundo ele, na rua F, no bairro Nossa Senhora das Graças, fizeram uma ligação de esgoto, mas deixaram uma valeta que afundou. Quando chove a água entra para dentro das residências.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros - Publicado em 18 de novembro de 2019