Vereadores discutem ponto de apoio médico

Durante reunião ordinária, os vereadores da Câmara de Montes Claros chamou atenção a defesa de dois pontos distintos: o vereador  Dr. Valdivino Antunes (MDB) defendeu que a Secretaria de Saúde amplie a equipe médica da Secretaria de Saúde, responsável pelo atendimentos à população no ponto de apoio instalado no Mercado Municipal. Já o vereador  Sérgio Pereira (DC) saiu em defesa da utilização do referido ponto para abrigar técnicos da Emater, favorecendo o apoio direto ao produtores rurais.

Para Sergio Pereira " o ponto de apoio médico no mercado dificultou muito a vida do homem do campo e dos agentes de saúde, na qual precisam sair da zona rural e irem até a cidade para agendar uma consulta médica”, afirma Sérgio. Ainda segundo o parlamentar, com esse novo ponto, o envio de médicos para as comunidades rurais, passou de mensalmente para a cada quatro meses. Outra denúncia é que muitas pessoas perdem a viagem, pois são disponibilizadas apenas 10 fichas para atendimento médico" comentou.

APOIO MÉDICO

De acordo com o vereador Doutor Valdivino (MDB), o quadro de médicos está completo, mas  existe muita burocracia, uma vez que o retorno dos pacientes para mostrar os exames não pode ser feito no ponto instalado no Mercado. O serviço deve ser feito nos postos de saúde das comunidades, mas não há médicos nas unidades para fazer o atendimento.

''Temos que pensar em um meio mais rápido e fácil para que o paciente já encontre um resultado final, consultando e mostrando seus exames aqui mesmo na cidade. Conseguimos algumas parcerias como o laboratório Santa Rita e o ultrassom Santa Casa, que após apresentar o pedido do PSF, o paciente é contemplado com um desconto especial”, conclui o Vereador.

DESAFOGANDO A SAÚDE

Ainda em relação ao setor de saúde o Vereador Júnior Martins (Cidadania) anunciou a liberação de emenda parlamentar do Deputado Federal Zé Silva (Solidariedade), no valor de R$750 mil para a construção da unidade de saúde nos bairros, Vitória 1 e 2 que também atenderá o bairro Cidade Industrial. De acordo com o vereador, trata-se de uma região muito populosa, que compõe dois conjuntos habitacionais. Ainda segundo Júnior Martins, o valor já está nos cofres do município, aguardando a  licitação.

“Essa grande obra contribuirá para o desenvolvimento de  toda a população na qual merece ter uma qualidade de vida e saúde melhor”, ressalta Júnior.

Publicado em 18 de Setembro de 2019